Classic's playlist

27 de out de 2015

Uma história pessoal


Olá, como estão vocês?
Fiquei muito feliz quando fui convidada a compartilhar alguns pensamentos por aqui, e mais ainda em poder contar para vocês algumas coisas importantes sobre nós mulheres que as vezes não sabemos ou não percebemos.
Acho que uma forma mais fácil de começar é contando a minha história como mulher.
Recentemente vimos uma polêmica nas redes social em torno do Enem e de Simone Beaurvoir. Eu nem sabia quem era antes dessa polêmica toda, mas a frase citada no Enem, e que causou muita polêmica, foi de fato oportuna. Dizia: "Não se nasce mulher, torna-se mulher." Olha, vou ter que concordar com a Simone, e vou explicar o porquê.

Nasci terceiro filho, segunda filha. Sou a caçula, por isso escapei de uma fase um pouco mais conservadora do meu pai. Sei por relatos de minha mãe e irmã o que era dito para elas. Minha mãe foi proibida de concluir seus estudos, "Mulher que quer estudar e trabalhar é pra encontrar homem!" dizia meu pai. Quando nasci acho que pai já havia "amolecido o coração". Pude crescer como uma menina normal, porém mais tarde descobri que esse normal na verdade não era real.
Ganhei bonecas, mas gostava mesmo de jogos de montar. Usava rosa, mas minha cor favorita era azul. Gostava de brincar com as amigas, mas curtia mais ainda ver os irmãos delas jogarem videogames. Acabei tendo dificuldade para me entrosar com as meninas pois tínhamos gostos um pouco "diferentes", mas também aprendi a gostar de maquiagem, usar coisas fofas, fazer unha, dentre outras coisas que rotulamos coisas de mulherzinha. Porém por gostar mais de estudar e ler do que ir a festinhas e ficar com meninos, isso me permitiu ver algumas ações com outros olhos.
Pude perceber claramente que somos ensinadas desde pequenas a sermos princesinhas: temos que ser bonitas, cheirosas, arrumadinhas, dóceis para que nosso príncipe apareça, nos ame e queria levar a gente para seu castelo em seu cavalo branco. 
Minha mãe sempre foi contra essa ideia de que a mulher deveria depender do homem para garantir a sua felicidade. Na época dela ela sabia que isso seria o seu destino, mas viu oportunidade para as filhas e sempre nos ensinou que poderíamos ser o que queríamos. Eu decidi que iria ter meu próprio castelo e cavalo! O príncipe poderia vir com o tempo, mas não seria prioridade. Por isso diferente de muitas amigas, creio que todas, nunca sonhei com casamento, tive outros sonhos que julguei mais importantes e realizadores.
Quando conheci meu atual parceiro descobri uma pessoa com ideias muito parecidas com as minhas e que me ajudou a crescer mais e mais. Nosso lema sempre foi "Estar junto é somar, nunca dividir ou subtrair". Ele me ajudou a enxergar outras coisas que eu não havia percebido, outras amarras criadas pela sociedade.
Ao longo dos anos me tornei vegetariana e posteriormente vegana, consciente de uma vida mais natural e minimalista e admiradora do sagrado feminino.
 Mas essas mudanças só puderam ocorrer de fato quando me libertei dessas amarras. Cada vez que que abandonava um conceito imposto pela sociedade eu me desprendia de uma corrente que me mantinha naquele ciclo considerado "normal para uma mulher" pela sociedade, e mais me sentia livre e Eu mesma.
Aprendi a viver a mulher que existia em mim. 
Aprendi a me aceitar sem maquiagem, boa parte dela foi jogada fora ou doada para amigas, e descobri que me acho muito mais bonita sem ela. 
Aprendi que como mulher tenho uma forte conexão com o planeta e tudo que gera vida, mesmo que eu tenha escolhido não gerar uma em mim. Sim, tenho essa escolha também, não somos obrigadas a fazer isso somente por que a sociedade espera. 
Aprendi a entrar em harmonia com a natureza, usando apenas coisas que trazem saúde e vida.
Aprendi que posso gostar do meu ciclo menstrual, aprender com ele a cada mês e ainda sobre os poderes do sangue menstrual.
Aprendi que sou a energia que completa o masculino, e não devo ter vergonha ou me diminuir por isso. São energias complementares e precisam estar em equilíbrio, nenhuma dominando a outra.
Aprendi que sou um ser especial, simplesmente por ser eu.
Aprendi de fato a ser a mulher que havia em mim, e não como a sociedade colocou.

Tenham todas/e todos um ótimo dia, e lembrem-se: dentro de vocês habita uma mulher incrível e poderosa, esperando para ser libertada. 

Li

17 de out de 2015

Só aquilo que somos realmente tem o poder de nos curar


Por que eu sempre pego no pé sobre estar forte?
Porque essa frase do Carl Jung em menos de uma linha, expressa tudo o que estou querendo repassar pra vocês.
"Só aquilo que somos realmente tem o poder de nos curar." 
A nossa sociedade e nossa cultura, pende a nos despreparar no intento de sermos nossos próprios curadores, falo isso porque para todo sintoma de que algo não vai bem, seja com a nossa psique, nossa saúde física, "existe" uma falsa cura a disposição $$. Só que tem coisas que o dinheiro não compra e uma delas, é o "estar forte internamente". Remédios que remediam e NÃO curam a doença é um exemplo do que estou tentando falar, mas como falamos de relacionamento nesse blog, é nisso que vou focar.
Os remédios de algumas mulheres quando um relacionamento não vai pra frente, independente do motivo de não ter ido, é buscar um pai de santo e fazer um trabalho pra trazer novamente essa pessoa. O que se fosse verdade que isso funcionasse, essas pessoas que mexem com isso, tanto as que procuram, deveriam ser presas, pois fazer um trabalho e trazer alguém que não quer ficar com você, seria o mesmo que ignorar o livre arbítrio da pessoa e pelo que sei, induzir alguém a fazer algo que não quer, mostra que essa pessoa, NÃO é digna de ter quem ela "quer" e é um tipo de crime. 
Então como não acredito nesse tipo de trabalho de "traz seu amor de volta", eu ignoro o fato de que isso dê certo, pois, se desse, seria o mesmo que mudar a linha de tempo de alguém em prol da SUA vontade e da SUA falta de maturidade em aceitar a escolha de alguém, se isso fosse verdade, imaginem o quanto o mundo estaria louco. Então minha querida, ACEITE A ESCOLHA DO OUTRO E BOLA PRA FRENTE QUE O AMOR É UMA COISA MUITO INFINITA E AMPLA PRA FICAR FOCALIZADO EM UMA SÓ PESSOA, ISSO DE FICAR ENCARNADO EM UMA PESSOA SÓ, NÃO É AMOR, ISSO É APEGO, DESAPEGA!!!! Porque se você não desapegar, o mundo, a vida, vai te ensinar essa lição te dando porrada, depois não adianta dizer que não sabia, você sabia SIM! E vai doer, você vai chorar, mas pelo menos, VAI APRENDER QUE NEM TUDO É COMO A GENTE DESEJA E ISSO, PASMEM, TAMBÉM É UMA LIÇÃO.
Independente do motivo que está te trazendo infelicidade, dor, que está te magoando, ferindo, não vai ser curado ou transmutado de verdade, se você não entender o que você é, como trabalhar com você quando seu ego, seu desejo não são correspondidos como você gostaria. Passar por esse tipo de situação é um treino para que você se auto-conheça, se explore, por isso estamos aqui nesse planeta, temos uma meta e a meta é a evolução e só evoluímos quando nos auto-exploramos. Já tentaram meditar? Ou já participaram de algum ritual xamanico com ayahuasca? Se não, eu indico, pra quem não gosta da ideia da ayahuasca que é um chá mas que tem que ser tomado em um lugar específico pra isso, eu indico a meditação, meditar é uma forma de se auto-conhecer, ficar em silêncio por alguns minutos, só focando na respiração, no vai e vem do seu peito, isso é essencial para começarmos a nos entender. Ás vezes estamos com tanta coisa na nossa cabeça, quando não estamos pensando no futuro e nas suas diversas possibilidades, estamos pensando no passado, o que aconteceu, o trauma que passamos, ou momentos felizes que não voltam, só que esquecemos que não vivemos nem no passado e nem no futuro, vivemos no AQUI E AGORA. 
E como começamos a nos curar? Quando começamos a dar esses espaços para que nos conheçamos, caso contrário, somos só um tumulto de pensamentos e intenções, sem direção, sem foco, desgovernado que vive no futuro e no passado mas que no presente está ausente e o engraçado é que o PRESENTE é o momento que temos. Então porque não fazer desse momento a hora da mudança? A vida é JÁ gente, a vida é AGORA e agora é a hora de você buscar a si mesma, de sair das garras das opiniões alheias, das vontades alheias, SEJA MULHER ADULTA, permita-se ser adulta, permita-se ser dona de si, recolha os cacos dessa dor que você sente, RECONSTRUA-SE e não dependa de alguém pra fazer isso, porque esse alguém não existe, as vezes parece sim que alguém apareceu na sua vida e te levantou, mas isso é ilusão, a pessoa foi uma motivadora, mas ela não tem o poder de te levantar ou de te derrubar, a não ser que você dê a ela esse poder, mas ai tu deu, tu abriu mão de comandar sua vida, usou outra pessoa como muleta e um dia ela não vai querer mais e você vai cair de novo e de novo e de novo. PARA!!
Olha pra você, linda, cheia de vida, cheia de poder que falta ser descoberto, INFINITA, mas está pra baixo por causa de uma pessoa que não sente o que você sente??? Tira o poder dele agora, retoma pra você, guarda ai no seu peito, o poder é só teu e nunca mais dê ele a ninguém, JOGUE FORA AS MULETAS ( o apego à outra pessoa ) e se você continuar dando seu poder a ele(a), é bem feito que passe por tudo isso, até aprender, lembrem-se disso: "TODA SENSAÇÃO DE PERDA, VEM DA FALSA SENSAÇÃO DE POSSE" - Gasparetto. Tu não possui nada e nem ninguém, assim como ninguém te possui, você é dona de Si e como tal, faça jus ao seu poder, para de delegar a terceiros.
Levanta essa cabeça, o mundo é enorme, ta cheio de vida, de alegria, manda seu ego calar a boca e entra no comando da sua cabeça.
Como vou fazer pra me levantar?
Viva um dia de cada vez, esqueça o passado, esqueça o futuro, foque no AGORA. Já é um começo, o resto é com você.
Só aquilo que você é, pode te curar, então se você estiver fraca, esqueça, a cura não vem, o que vem é a remediação e não queremos ser remediadas, queremos ser curadas das nossas imperfeições que atrapalham a gente, e para que sejamos curadas, precisamos estar fortes para entender onde estávamos fracas, não virá ninguém milagrosamente te curar, porque a cura depende do seu entendimento, de se conscientizar do porque está passando por isso e mesmo que viesse alguém te curar, esse alguém teria que ficar indo e voltando toda vez que você passasse por isso?
Sai do problema que você criou, mas como disse Einstein: Como podemos resolver um problema com o mesmo pensamento que o criou? Pensem nisso. Avante mulheres, homens, vocês estão se desafiando, aprendam com esses desafios, não entreguem o jogo. FORÇA.
Gálaga





12 de out de 2015

E se eu te disser que fama, dinheiro e sucesso não te fará feliz? Como está seu Poder Pessoal sem isso? Você não confia mais no seu Poder Pessoal?

Hoje vou falar de poder pessoal, mas antes, quero agradecer a todos os leitores do blog, esse blog é novo e por enquanto só compartilho ele na Page do facebook chamada: CRIE SUA PRÓPRIA REALIDADE, e mesmo só compartilhando lá, o fluxo de pessoas está sendo grande, algumas pessoas já agradeceram por terem se identificado com os textos e disseram ter ajudado. Eu, espero do fundo do coração que as ajude mesmo, sinto que preciso expor meus pensamentos, vivência e ajudar as mulheres a serem mais donas de si, como disse, o blog não tem o intuito de ajudar a conquistar um homem, o intuito do blog é ajudar você a ficar forte, consequentemente ao ficar forte, você ficará mais seletiva e escolherá melhor seus companheiros, não se esqueçam, somos todos imãs e atraímos o que vibramos, espero que vocês vibrem força, discernimento e automaticamente, atraírão parceiros dignos de dividirem experiências com vocês.
E quem quiser desabafar, fazer perguntas, podem usar os comentários nos finais dos textos que sempre que possível, responderei, podem usar o modo "anonimo" de se identificar.
O Blog para quem acessa do computador, tem uma playlist de mantras e músicas xamanicas que fica tocando no fundo para acompanhar sua leitura, se caso você não quiser ouvir, é só clicar no botão de "pause" da playlist, como mostra figura abaixo.





Grata por todos que passarem por aqui e que aqui seja um cantinho onde vocês possam além de aprender, desabafar e entenderem que não estão sozinhas, somos parte de um único organismo e nos ajudamos mutuamente.
Gratidão pela chance de poder ajudar e de aprender junto com vocês.  =)

Gálaga



Hoje vou falar de, PP ( Poder Pessoal ). 

Sempre faço questão de salientar que somos criadores das nossas realidades e isso pode soar repetitivo e chato, mas é preciso que vocês se acostumem com isso, se acostumem a ouvir isso, o ser humano para aprender alguma coisa precisa repetir centenas de vezes até cogitar que isso possa ser verdade e no caso aqui, "ser criador da sua própria realidade" é uma realidade que parece ser mais um ditado de um místico esotérico do que uma realidade física, para quem não está acostumado a ouvir, então, eu faço questão de repetir e ademais, está intimamente ligado com o tema de hoje.
O que é Poder Pessoal, como obtenho PP?
Ao contrário do que muita gente pensa, o Poder pessoal não está ligado ao seu status $$, não está ligado com a busca ao corpo perfeito para satisfazer o ego. Poder pessoal, está ligado com o seu interior, com a sua saúde mental, psicológica e espiritual.
Muitas pessoas parecem ser fortes e parecem de fato transparecer possuírem um PP nato, principalmente quando essas pessoas são famosas, ou quando possuem uma situação financeira excelente, ou quando não são ricas $$ mas possuem uma genética boa e se cuidam para manter o corpo em forma, pagam qualquer plástica que existir para obter o corpo perfeito, O NOSSO MUNDO E PRINCIPALMENTE O OCIDENTE, ESTÁ ACOSTUMADO A OLHAR O EXTERIOR, A APARÊNCIA E JULGAR ATRAVÉS DELA, é uma regra básica de um meio capitalista, existe até um ditado que comprova isso: " A primeira impressão é a que fica" e não tem nada mais injusto do que julgar alguém pela aparência, pode além de ser injusto, também enganador e se você decidir julgar alguém baseado na aparência, você poderá quebrar a cara uma hora ou outra.
Só o que a maioria das pessoas não percebem, é que grande parte dessas pessoas que procuram por fama, dinheiro, sucesso, são vítimas de depressões que muitas vezes, levarão a morte ou a depressões profundas que quase sempre são reportadas pela mídia e na maioria das vezes constato que o motivo da morte de pessoas assim, é a depressão causada pela impotência de Poder Pessoal, pela falta de força interna e da famosa saúde mental.
Eu não vou falar da depressão, vou falar da solução, é nisso que quero focar, é esse o intuito do blog e dos seus textos, FALAREMOS DOS PROBLEMAS SIM, MAS O MAIS IMPORTANTE, FALAREMOS DA SOLUÇÃO DELES.
Eu garanto a vocês que pessoas que cometeram suicídio e que tinham "tudo", ou as que não cometeram mas entraram em depressões profundas, entenderam que o PP INDEPENDE da sua aparência física, mas sim, da força que você tem que ter INTERNA, da sua saúde mental, porque sempre, SEMPRE chegará uma hora na nossa vida em que nos depararemos conosco mesmas, com aquele silêncio individual, brutal e infinito de um quarto vazio, com nossos pensamentos e é nessa hora que você começa a entender se está realmente forte, se ter dinheiro e fama, é realmente sinônimo e garantia de força e eu te garanto que a resposta é automática e categórica, a resposta é, NÃO.
Nossa mídia, nossa cultura, incentiva a mulher a comprar, a ser artificial e fazem isso de uma forma subliminar, as mulheres caem na armadilha da mídia que quer vender seu peixe independente da consequência, mesmo que a maioria das mulheres cultive a artificialidade e não a NATURALIDADE, TEMOS, uma sociedade repleta de mulheres inseguras, que acham que para serem bonitas e conseguirem um par perfeito, precisam ter as maquiagens mais caras, as roupas mais decotadas, marcantes e provocativas, algumas acham que o par perfeito é aquele que vem acompanhado do carro perfeito, aquele que enche ela de mimo, de viagens, presentes e jantares. Mas o que elas não veem é que o conceito de "bonita", pra elas, está ligado com o exterior, com a artificialidade e tudo que está ligado com algo que não está latente dentro de você, pode acabar e se acabar, você deixará de ser bonita? E se deixar, será que você terá os mesmos amigos e pretendentes? Se a resposta for, sim, então você precisa de um banho de realidade, porque irá chegar uma hora que essa tal "realidade", vai bater na sua porta mental, na sua consciência e quando ela bater, seu mundo de alegria fake ( falso ) vai desmoronar e quando nosso mundo desmorona, nos sobra sermos fortes, caso contrário, a depressão chega detonando com tudo. Não queira ter depressão, essa é uma doença da mente, da alma e para curar-se dela, SIM HÁ CURA, você vai precisar muito estar ao seu lado, vai precisar muito buscar dentro de você a força pra encarar a vida e eu tenho certeza que para quem já tem depressão e está lendo o texto, vai concordar com o que estou dizendo e para você que tem isso, saiba que isso vai passar, continue sendo forte, até a depressão no fim das contas, tem algo a ensinar, não se entregue a ela, se não, você vai perder a lição que ela está querendo te ensinar e é essa lição que vai fazer você uma pessoa mais forte.
Também não estou falando que você não pode se maquiar ou usar as roupas que lhe agradem só por serem decotadas, provocativas, o que estou falando é que você tenha equilíbrio, não use achando que você só é bonita quando usa, NÃO, você é linda de qualquer jeito, só você não vê, porque sua noção de beleza, está deturpada pela sociedade e pela mídia que quer vender o peixe dela.
Na natureza, reparem bem, já repararam que a maioria dos machos é que precisam dançar, cantar, ter uma plumagem, pelo, bonitos para serem escolhidos pelas fêmeas? As fêmeas escolhem o mais forte, o que canta melhor, o que dança melhor, o que faz uma melhor apresentação e não o contrário, pense...

O que eu proponho para as mulheres que estão com o PP baixo?

Proponho que você reflita, proponho que você NÃO viva mais com conceitos baseados no que a mídia te enfia goela abaixo, proponho que quando você ficar pra baixo, que quando seu mundo cair, ou que quando a depressão surgir, VOCÊ ENCARE ESSES MEDOS, a proposta é: ENCARE SEUS MEDOS DE FRENTE, não tente mais se enganar tentando não pensar neles, comece a aceitar que você tem pontos fracos e comece a melhora-los, como disse Jung, "Tudo aquilo que não enfrentamos em vida acaba se tornando o nosso destino."
A gente só melhora algo que aceitamos que precisa ser melhorado não é? Então, por isso peço que você aceite seus defeitos ou pontos fracos e a partir daí, melhore-se.
Eu não sou fã da palavra "acreditar", por isso, aqui sempre usarei termos que te incitem a não acreditar no que falo, mas sim a questionar, pesquisar, refletir, "acreditar" é muito fácil e para aprendermos a sermos fortes, precisamos mudar certos comportamentos repetitivos que fazemos a tanto tempo e que nem percebemos mais, mudar de postura é um processo e para entender esse processo não basta que você acredite no que estou falando, você tem que colocar a mão na massa, tem que ir em busca, intencionar mudança, confiar na sua intuição, refletir sobre o que foi dito, trocar experiência com outras mulheres e de uma vez por todas, serem donas de suas vidas, que sejam felizes sem depender de ninguém, que o outro apenas apareça para te complementar e que você contagie outras mulheres, que seu exemplo seja seguido e que uma nova mentalidade de mulher floresça, para o bem de todos.
Vou finalizar com uma frase para você refletir:
Aquilo a que você resiste, persiste.
Carl Jung

Somos deusas.
Gratidão pela leitura.
Gálaga

Assista o clipe ;)

11 de out de 2015

Cansei de ser a iludida da história, como posso mudar isso?



Tem um dizer que gosto muito e que diz: Quando eu disse ao caroço de laranja que dentro dele dormia um laranjal inteirinho, ele me olhou estupidamente incrédulo "
Hermogenes


Gente, se vocês soubessem o quanto nós somos especiais, se soubessem o quanto evoluímos com cada tombo que levamos, iriam falar: "Tomboooo vem ni mim" rsrs 
Ok, não é pra tanto rs, a gente leva os tombos, vai pro fundo do poço e só nos lembramos de chorar e se lamentar, porém, talvez ninguém tenha dito pra vocês ou vocês não pararam pra pensar, que cada tombo serve pra ensinar uma lição, cada tombo que levamos, levamos porque de alguma forma contribuímos para cairmos, não adianta falar que você foi a vítima de todos, isso não é verdade e você sabe.
Como eu sempre falo, nós alimentamos esperanças e criamos expectativas e muitas das vezes, elas não são correspondidas como gostaríamos. Toda vez eu levo um fora, toda vez alguém se aproveita de mim e eu sempre acabo chupando o dedo no final, apaixonada e desiludida. E o que o universo está querendo dizer com isso?
Está querendo dizer pra você: acordaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa você está nesse estado NÃO porque outra pessoa te iludiu, mas sim porque você se deixou iludir ou porque você criou expectativas demais e essa pessoa, não estava na mesma vibe que você, vai ver ele te encheu de esperança num momento onde ele precisava iludir outra pessoa, porque talvez ele também estava passando por alguma turbulência pessoal e te usou como muleta pra passar por essa turbulência, ou vai ver ele queria mesmo mas perdeu a vontade, enfim, os motivos podem ser vários.
Ele te iludir não é nem um pouco bonito e obvio que não o exclui de ter culpa por algo que tenha prometido e não cumprido, quantas vezes eu caí nessa, de acreditar porque estava apaixonada, de ficar feliz, alegre e depois, receber um banho de água fria, nos primeiros dias eu xinguei, culpei ele, por ter me iludido, me falado mentiras, mas mais pra frente eu parei e analisei, cansei de sempre colocar a culpa na outra pessoa pela minha falta de coerência na hora de analisar quando alguém me "promete" alguma coisa. Nem sempre os casais estão na mesma vibe, quase sempre um está mais apaixonado que o outro e quem se machuca, sempre é o que está mais apaixonado e como sempre, eu era a mais apaixonada, eu acreditei quando ele me prometeu isso e aquilo, mas de repente, ele sumiu, ignorou o que disse e quando eu menos esperava, sequer sabia que eu existia mais porque estava entretido com outra pessoa. Eu chorei, fiquei com raiva, mas resolvi fazer diferente dessa vez, resolvi me culpar por ter sido tão inocente, DE NOVO. Disse a mim mesma: " quantas vezes mais eu vou chorar por esse tipo de coisa? Mais um milhão de vezes? E quando é que vou parar de acreditar no que me prometem e ser mais madura, mais forte, não preciso chegar ao extremo de nunca mais acreditar em alguém, mas sim, analisar melhor, será que é tão difícil não esperar que os outros me façam feliz, será que é tão difícil ser mais racional na hora de cair de amores e acreditar em tudo o que a outra pessoa fala, só porque eu estou apaixonada? Quer saber, acabou, não vou mais acreditar em promessas ditas por alguém que sequer olha nos meus olhos e cansei de esperar por alguém, agora quem vai a prática, sou eu. Vou viajar, estudar e se alguém quiser algo comigo, que mostre isso, não em promessas, mas em ação, que me busque e se eu estiver disponível, quem sabe..."
Não gente, eu não acho que quem prometeu algo, está isento de ser chamado de alguma culpa, eu só cansei de colocar a culpa nos outros e sempre acreditar no que esses outros falam. CANSEI de me colocar como vítima e partir de agora, toda vez que eu criar expectativa ou for iludida, é porque eu deixei e se eu deixei, é porque fui fraca de novo, cansei de ser fraca, agora vou aprender a acreditar mais em mim e no meu potencial, de acreditar cegamente nos outros, aprender a depender de mim e não dos outros.
Isso não quer dizer que você tem que se fechar para o mundo, isso quer dizer que você precisa ser mais seletiva, precisa ser menos aquela menina que acredita em príncipe encantado. A disney fez muito mal pras nossas cabeças, a maioria quer sim um príncipe encantado e quer mostrar pros outros esse seu "príncipe" como se ele fosse um troféu. Só que ele é um ser humano, digno de falhas e veio sem manual. Ou você aprende a ser mais seletiva e ter menos síndrome de princesa, ou minha cara amiga, você vai se espatifar no chão toda vez que sofrer uma ilusão, e chega uma hora que ou você cansa de cair e decide se levantar e aprender, ou você entra em depressão, não vai ter entendido o porque do tombo e vai ficar dependente de alguém sempre, vai levar altos tombos e na boa... isso fica chato. Mas minha torcida é pra que num desses tombos, você acorde, sacuda a poeira e olhe com mais atenção o caminho que percorre e as escolhas que faz, porque como sempre digo, cada ação tem uma reação.
Uma amiga minha que está passando por um período de transição, está amadurecendo tanto como pessoa como mulher, disse esses dias: "Eu fui deitar e me veio na cabeça; e se aparecesse um gênio agora e me dissesse que tenho direito a um desejo, o que eu quiser, o que eu pediria? Dai eu pensei, pensei e pensei e decidi pedir ao gênio que eu não queria mais desejar. 
Eu falei: "Nossa, que profundo e porque você pediria isso?"
Ela: Porque, eu já tenho tudo o que necessito pra ser feliz, eu sou completa, saudável e achava que meus desejos é que me faziam feliz e me motivavam, mas na verdade, eu descobri que quando não desejava nada e vivia o AGORA, eu era muito mais feliz do que quando queria a algo a todo custo. Estava sempre desejando e desejando, não parava, nada estava bom. Mas daí eu percebi que eu sou completa e que não sabia usar esses ingredientes que tenho dentro de mim pra ser feliz, sempre achava que o outro iria me fazer feliz, mas isso é tão falso, porque eu sou responsável por tudo aquilo que crio e como tal, decidi que não quero mais desejar nada, o que vier, virá e vou tentar aprender com isso, enquanto tenho saúde, será meu desafio.
E foi isso, ela entendeu que tudo parte dela, acreditar em promessas e ilusões, dependeria dela, não desejar algo pode expandir sua percepção para algo muito maior, em vez de chorar por desejos que criei, decidi aprender a lidar com os desafios que tenho no AGORA e fazer de mim uma mulher mais forte, e sabe quem tem a ganhar com essa força adquirida? Eu mesma.
É isso mulheres e homens, apaixonados em geral, tratem de fortalecerem-se, aprendam a pescar e não esperem sempre o peixe na mesa, uma hora, ter aprendido a pescar fará toda a diferença. Sejam donos de si mesmos, com responsabilidade, nunca se esquecendo que tudo que eu vibro, eu atraio, sendo assim, reflita bem no que você está atraindo e pra finalizar, tente se conhecer mais e mais, é dentro de você que se encontra as respostas para as suas perguntas e é dentro de você que precisa ser resolvido essas pendengas, o mundo lá fora, só refletirá o que você é por dentro. 
Mil beijos nos corações de vocês e muita energia positiva pra mudar o que precisa ser mudado.
Gálaga

9 de out de 2015

Mendigar atenção, excesso de preocupação, podem prejudicar seu relacionamento



Eu estava no ônibus essa semana indo para o trabalho e sentei atrás de uma mulher que falava no celular. Eu estava com um fone de ouvido e ouvindo as minhas músicas quando a mulher começou a falar num tom mais alto, ela falava em tom de cobrança e não pude deixar de prestar atenção na conversa dela com a pessoa do outro lado da linha devido ao tom que ela falava.
Ela provavelmente falava com um namorado e estava discutindo com ele sobre o fato dele não ter ligado pra ela e perguntado como ela estava, ela dizia:
- Eu te liguei sim, te liguei de manhã e te dei bom dia, mas você não, nem ligou pra perguntar como eu estava, já está de noite! ... Eu ligo sempre, você que não liga, sempre sou eu que tenho que perguntar, assim não dá. Blablabla...
Ai eu pergunto: Quantas pessoas fazem isso? Exigem atenção, seja homens e mulheres casados, namorados, ficantes, quantas brigas de amigos seus, ou até suas, você já presenciou e se lembra de ter visto esse motivo em debate? Ahhhhh as famosas DRs ( Discussão de Relacionamentos ) geralmente nas DRs esse é um tema que sempre está presente.
Ah mas na sua cabeça é normal pedir que alguém se preocupe com você, que queira saber como você está, o anormal seria essa pessoa fazer isso ESPONTANEAMENTE não?! ( Fui irônica )
Se você precisa cobrar alguém para que essa pessoa se interesse por você, me desculpa, mas das duas uma, ou você é extremamente carente, ou ele(a) não sente por você, o mesmo que você sente por ele. Ou uma terceira hipótese, você é extremamente controladora e ele(a) não acha necessário ficar perguntando a toda hora como você está, o que você fez, o que comeu, se arrotou, se foi no banheiro, pra provar que te ama, ou que se preocupa.
O amadurecimento é tudo na nossa vida, com ele a gente aproveita mais os relacionamentos em que estamos de forma saudável, sem matar o que o outro está começando a sentir por você. E o amadurecimento está intimamente ligado a confiança em si mesma, de entender o quão forte você é, sem precisar ficar duvidando disso ou daquilo, sem precisar de provas diárias de que ele "te ama", se você precisa dessa prova, dessa confirmação diariamente, significa que temos um problema, não nele, mas em você, não é ele quem  não te ama, é pior, é você que quer que ele ame você mais do que você própria se ama.
Quando vejo uma mulher ou um homem, cobrando que alguém se preocupe com ela(e), parece que estou vendo na minha frente uma criança mimada, despreparada para o mundo e posso até dizer que essa pessoa vai sofrer muito com os futuros relacionamentos que começar, até aprender que AMOR NÃO SE MENDIGA, PREOCUPAÇÃO NÃO SE MENDIGA, ATENÇÃO NÃO SE MENDIGA. Isso é simples, ficar pedindo que alguém tenha consideração por você, é ficar mendigando atenção e só faz isso quem não confia no relacionamento e se você não confia na pessoa que está com você e quer adquirir essa confiança, não é assim que você vai conquistar a atenção dele(a).
Como eu vejo gente que desgasta os relacionamentos com DRs onde o problema não está no companheiro, mas sim, na própria pessoa, a falta de confiança em si mesma, será refletida no outro e consequentemente vai estragar a relação que ambos estão construindo. Então se você é uma pessoa assim, não fique com raiva do texto, ele está aqui pra te alertar que ainda dá tempo de mudar isso. Mude trabalhando a auto-confiança em si, deixe as coisas acontecerem com mais naturalidade, pare de exigir isso ou aquilo, pare de colocar regras nesse relacionamento, deixe a coisa fluir e se você acha que gosta mais dele do que ele de você, porque você se importa mais, cuidado, isso pode ser sentimento de posse, de paixão descontrolada, de falta de confiar no próprio taco e até pode ser que realmente ele goste menos de você do que você gosta dele, porém, independente desses motivos cogitados, você precisa observar que precisa parar de querer controlar tudo, ás vezes você quer controlar demais, inclusive o nível de paixão em que ele se encontra e isso de querer controlar, é imaturidade, o problema minha cara amiga, não está nele, está em você. O que você quer que ele sinta por você, admiração, amor, preocupação, ele sentirá com o tempo, não a base de cobrança, as coisas precisam acontecer naturalmente, sem pressão, então... deixa fluir.
Sente-se sozinha, converse com você mesma, tente ser menos possessiva e se você não conseguir, o seu relacionamento está fadado a se desgastar de uma tal forma que uma hora, não vai aguentar. Então enquanto é tempo, reflita sobre isso e lembre-se, primeiro a mudança começa em mim e consequentemente reproduzo isso exteriormente e tanto esse relacionamento quanto a admiração que você tanto quer que ele tenha por você, virão, com o tempo e com isso, virão coisas muito melhores para serem aproveitadas.
Lembre-se, você é criador da sua realidade, que realidade você está criando para você?
Gratidão
 Gálaga
Related Posts Plugin for, Blogger...